Um milhão de amigos!




Aos meus 38 anos eu poderia citar uma serie de momentos e acontecimentos que nunca vou esquecer, desde minha infância, foi passado a mim um forte conceito no que se diz respeito a amizade, nunca coube em minha educação a afirmação que diz: “ eu sou assim mesmo e quem não gostar que se dane!”. Olha, sei que é difícil agradar a todos, pessoas pensam e agem de forma diferente a todo minuto, mas, se não da para agradar todo mundo, temos que nos esforçar para agradar o máximo possível! Anos atrás se dizia que, não se conhece o dia do amanhã e por esse motivo nunca podemos dizer que não precisamos de ninguém, hoje em dia fala-se muito em networking, o termo sugere uma ampla rede de contatos que podem ser utilizados no competitivo mercado de trabalho, minha opinião é que o termo também se aplica no campo pessoal de cada um, vivemos a era da informação e por esse motivo quem sabe trabalhar o seu networking de maneira positiva, tem sempre um passo a frente dos outros, mas, a base desse conceito ainda é a amizade? Digo o conceito ainda é regido pelo respeito e pelo carinho ao próximo? São tantas redes sociais e tantos contatos que realmente da para se levantar a duvida e perguntar: o que representa o numero de contatos para você, números ou possíveis grandes amigos?



Deixo o tema para reflexão...



Ah! O amigo aqui esta esperando você de braços abertos!


Fabio Lucio

Fabio Lucio

Sobre o autor

Fabio Lucio Professor de Cursos Preparatórios para Concurso Público na disciplina de Informática. Palestrante Motivacional. Professor do Curso de Qualificação Gestão de Pessoas. Blogueiro apaixonado pelo faz... Leia Mais sobre o autor...

4 comentários for "Um milhão de amigos!"

  1. Realmente, nem todas as pessoas que estão listadas como amigos nas redes sociais das quais eu participo, são realmente minhas amigas. Amigos de verdade são poucos. Aliás, a maioria que está no Orkut por exemplo eu nem falo com elas, estão alí, mas são conhecidos e não amigos de verdade.

  2. Olá meu querido!!
    Saudades desse amigo alegre!
    Olha, eu não vejo amigos como números e sim como conquistas. Lembro que quando trabalhava numa grande indústria japonesa, os funcionários dificilmente eram reconhecidos por seus nomes, mas por seu número de "matrícula". E isso me causava um desconforto enorme! Mesmo sabendo que não se podia registrar tantos funcionários pelo nome, mas ainda assim me sentia parte de uma fábrica de robôs. Já era um prenúncio de que viveríamos como números e não como pessoas...Por isso, meu querido, faço questão de cada amigo tenha nome ou apelidos. Gosto do calor da amizade. Tenho muitos números em minha caixa de e-mails, mas meus AMIGOS possuem nome!
    Grande beijo,
    Jackie

  3. Querido Binho!Sabe compartilhamos o mesmo ponto de vista,eu tento ser o mais agradável possível com todos;pois realmente não sabemos do dia de amanhã,e quem nos garante que não iremos precisar de companhia.
    Seu post me lembrou da canção do Rei:"Eu quero ter um milhão de amigos,e bem mais forte poder cantar".
    Bjos

  4. Com o passar dos anos vamos separando o joio do trigo. Quantidade não quer dizer qualidade e na internet não é diferente. Reconheço quem são os meus verdadeiros amigos e aqueles que são simples companheiros de jornada, mas isto não quer dizer que estes últimos não possam ser promovidos! :D

Leave a reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores